56º Homicídio em Mossoró 2018/Presidiária do regime aberto é executada no Bairro Boa Vista - ROTA 190

Post Top Ad

Responsive Ads Here

56º Homicídio em Mossoró 2018/Presidiária do regime aberto é executada no Bairro Boa Vista

Share This


A presa de justiça Adriana Bento da Silva, 38 anos, natural de São Miguel/RN, que cumpria pena em prisão domiciliar, foi assassinada a tiros no inicio da tarde deste sábado em Mossoró no Oeste do Rio Grande do Norte. 

De acordo com informações repassadas, pela polícia, Adriana caminhava em via pública na Rua Severino Praxedes Sobrinho, no Bairro Boa Vista, quando foi surpreendida por dois indivíduos que chegaram de moto, se aproximiaram, anunciaram um assalto e sem que houve reação atiraram vária vezes em direção a vítima. 

Adriana foi atingida na cabeça, não resistiu e morreu no local. Os criminosos fugiram e não levaram nada da vítima. Segundo o perito criminal renildo Marcelino que realizou a perícia no corpo, a mulher foi atingida com três tiros na região da cabeça. 

De acordo com o tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, Adriana Bento foi condenada por tráfico de drogas, mas estava em prisão domiciliar, por falta de local apropriado para apenadas em regime semi-aberto na comarca de Mossoró. 

Ainda de acordo com informações, a presa de justiça, teve um filho,David Kennedy da Silva Fernandes, 21 anos, executado dentro da ambulância de Baraúna quando era socorrido para o Hospital Tarcísio Maia em Mossoró. Ele foi baleado em Baraúna e quando era socorrido para Mossoró, ss criminosos interceptaram a ambulância na comunidade de Vertentes e terminaram de matá-lo. 

Após o isolamento realizado pela Polícia Militar e a perícia da equipe do ITEP, o corpo de Adriana Bento da Silva, foi recolhido e encaminhado ao setor de Medicina Legal para ser necropsiado. 

A Polícia ainda não tem informações sobre a motivação do crime,mas suspeita de que tenha ligação com o tráfico de drogas. Os criminosos não foram identificados. 

Mossoró chega aos 56 homicídios neste ano de 2018. Mais um caso a ser investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP)






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here

Pages